Home / EXPLORED HISTORY / Você já ouviu falar na colina Mamayev?
German soldiers from the 6th Army trying to defend Mamayev Hill against Soviets from the 284th Rifle Division. Battle of Stalingrad, January 1943.

Você já ouviu falar na colina Mamayev?

German soldiers from the 6th Army trying to defend Mamayev Hill against Soviets from the 284th Rifle Division. Battle of Stalingrad, January 1943.

A Batalha de Stalingrado

Você provavelmente já deve saber bem do que se trata, mas sempre vale a pena recapitular. A Batalha de Stalingrado foi, certamente, um dos pontos de virada da Segunda Guerra Mundial. Em 23 de Agosto de 1942 o 6º exército alemão, sob comando do general von Paulus, chega à cidade soviética de Stalingrado (hoje Volgogrado), nas margens do rio Volga. A cidade era ponto vital para a indústria Soviética, pois escondia um grande potencial petrolífero o suficiente para sustentar a máquina de guerra alemã.

A batalha foi marcada por intenso combate a curta distância e grandes baixas civis. Também é reconhecida como uma das maiores e mais sangrentas batalhas da história da humanidade. Cerca de 2,4 milhões de soldados estavam envolvidos no enfrentamento, sendo que mais de 1,5 milhões se tornaram baixas (mortos, feridos e desaparecidos).

Após a vitória soviética, os alemães nunca mais conseguiram retomar a iniciativa no front oriental, sendo essa uma das causas de sua derrota na guerra.

 

A colina de Mamayev

 

Em meio à metrópole atual de Volgogrado ergue-se uma colina a qual dá visão para o centro de toda a cidade, assim como de boa parte de seus arredores, fazendo da localidade ponto vital para domínio estratégico do local.

Quando os alemães atacaram a região central de Stalingrado, em 13 de Setembro, os soviéticos do 62º exército haviam fortificado a colina com trincheiras e peças de artilharia, causando pesadas baixas aos invasores.

 

O Combate

 O combate intenso terminaria com uma custosa vitória alemã, os mesmos tomariam as peças de artilharia e instalaram suas próprias, abrindo fogo contra posições centrais soviéticas, causando grandes danos às forças defensoras.

No dia seguinte tropas alemãs conseguiram avançar, tomando os terminais ferroviários da cidade. No mesmo dia (14/09), tropas russas da 13ª Divisão de Rifles cruzariam o rio Volga, sob pesado fogo alemão, e entrariam de imediato em batalha. Dois dias depois a colina voltaria para mãos soviéticas. Os mesmos tentaram retomar os terminais, tomando baixas pesadíssimas e até o final daquele dia, quase todos estavam mortos.

Os alemães responderam a tomada da colina com grandes assaltos, que poderiam ultrapassar 15 por dia, tomando diversos contra-ataques soviéticos. Ambos os lados sofreriam pesadíssimas baixas.

Mamayev ainda trocaria de dono muitas vezes. Em 27 de Janeiro os alemães novamente capturaram metade da colina, entretanto, soldados russos da 284ª Divisão de Rifles conseguiriam manter pontos vitais da colina. A batalha de Stalingrado terminaria uma semana depois.

 

Consequências e legado

As consequências do combate na Colina Mamayev foram a total destruição do solo da região por vários anos. A terra no local se tornou preta. Cerca de 1000 estilhaços de metal poderiam ser encontrados por metro quadrado, em escavações posteriores. Assim como centenas de corpos empilhados e enterrados. Dentre eles, dois soldados, um alemão e outro russo com suas baionetas cravadas no peito um do outro, sinal do intenso combate na colina.

No inverno de 44 a colina permaneceu enegrecida e a neve logo derretia ao encontrar o chão, pois explosões e pequenos incêndios ainda eram comuns nas localidades. Na primavera do mesmo ano a terra se manteve enegrecida e nada lá cresceu pelos próximos anos.

Até os dias de hoje é possível encontrar fragmentos de explosivos e ossos ao se escavar a região da colina, a qual perdeu boa parte de sua altura, devido à explosões.

About Vitor Machado

Estudante de Comunicação Social - Relações Públicas na Universidade Federal do Paraná. Amante de história e escritor de fanfic. 19 anos.

Check Also

Desmistificando os Guerreiros Ninja

Ah, os guerreiros Ninja! Suas roupas pretas, shurikens e bombinhas de fumaça! Eles eram os …