Home / INICIO / Sobre o último episódio de Game of Thrones (SPOILERS)

Sobre o último episódio de Game of Thrones (SPOILERS)

Muito bem, Game of Thrones é uma puta série e como todo fã, eu tenho os meus momentos de felicidade e de críticas. Dito isso, nada mais justo e prazeroso para mim juntar duas paixões minhas: a série e conhecimentos históricos! Seria uma sorte se eu fosse editor de uma página famosa dessas eu poder falar um pouco desses meus interesses com o mundo. >Risadas irônicas

Mas voltando ao que interessa, o último episódio de GoT deixou todo mundo de boca aberta, seja de indignação e raiva ou de satisfação. (Pra aqueles que são Team Cersei ou Team Euron sei lá..)

De toda forma, foi realmente surpreendente ver os planos de Daenerys terrivelmente frustrados.

A questão maior por detrás desta frustração reside no fato de que a moça vem tentando invadir westeros a sete temporadas e finalmente quando chega, sua frota é esfarelada que nem pão velho murcho do armário. Pra piorar, se depender do tamanho do estrago, eu não consigo imaginar nenhum meio seguro de transportar seu exército terrestre para nenhum lugar fora de DragonStone. Colocando todos os seus planos por água abaixo desde já.

Colocando na ponta do lápis, eu vi algumas estimativas na internet que contam até 100 mil homens sob o comando direto de Daenerys. Isso exatamente no momento de sua partida de Essos rumo a Westeros. Enquanto isso, outras estimativas contabilizam 350 navios mobilizados pela nossa rainha no momento de sua partida.

De toda forma Isso significa que cada navio deveria transportar cerca de 280 homens bem alimentados e supridos durante toda a viagem mais os seus cavalos, uma empreitada arriscada e pouco plausível. Porém se fingirmos que ela tem mais navios ou dermos a boa e velha licença poética sem problemas! Afinal, esse daí nem é o meu ponto.

Uma vez chegando em Westeros, o lugar escolhido para o enorme desembarque foi a fortaleza abandonada do falecido Stannis. Melhor lugar não há! Jamie Lannister bem disse no primeiro episódio dessa temporada o que faz DragonStone Tão especial:

-Portos fundos

-Está abandonada

Basicamente esses dois juntos fazem o lugar ideal para “a-não-queimada” montar sua base de operações secretas digna de um vilão de James Bond

Dragonstone? Mais pra ilha de gênio do mal. Uma pena que foram tão ingênuos…

Os portos de água funda de DragonStone são essenciais para a estalagem dos navios e desembarque das tropas. Estranho mesmo é como que a Dani e seus conselheiros chegam até lá de bote. Deve ter sido para deixar a cena um pouco mais dramática; Bem, funcionou!

Chegando lá, tem todo aquele arrepio, aquela sensação de destino manifesto e justa conquista que estávamos aguardando a tanto tempo e no final ela solta “shall we begin”. Cara, ficou fantástico!

Então parecia tudo pronto, tirando alguns errinhos técnicos, a conquista de Westeros parecia fácil e certa. Veja bem, uma elite de imaculados, uma horda numerosa de Dothraki, uma boa frota de navios, entre eles os melhores da frota de ferro! Por último, poderosos Aliados em Dorne e em Campina isso sem falar de 3 f*cking dragões!

Dado o tamanho de seu grande esquema, poderosas forças a seu favor e uma reivindicação legítima aos sete reinos, tudo deveria ser executado com perfeição e todas as operações deveriam ser feitas com a máxima cautela. Veja bem, todos ali sentados no conselho de guerra em DragonStone tinham muito a perder, talvez tudo, para Cersei e seus aliados. Então planejamento cauteloso deveria ser prioridade número um.

Tudo isso me leva a ideia central deste texto: Dani deveria ter sido astuta e utilizado de espiões e batedores para evitar a derrota. No entanto, seguiram um plano cego que custou a vida de milhares e talvez sua ambição de se tornar rainha.

Você tinha UM TRABALHO!
Você também… Foi Namorar, perdeu o L… isso mesmo, a frota.

É aí que Tyrion Lannister entra na jogada com seu plano, que apesar de fornecer uma vitória completa tanto política e militar, deixa uma grande janela para erros.

Basicamente, o plano do Genioso “Imp” era de transportar as tropas Westerosianas mobilizadas em Dorne e em Campina até Porto Real, para aí então sitiar a cidade. Enquanto isso, as tropas propriamente targaryen velejariam até as terras Ocidentais para derrotar os Lannisters em sua terra natal. Um plano bastante ousado, mas não no bom sentido.

Imagina só, Todos ali sabiam que  Euron greyjoy estava de volta e provavelmente se lançaria de volta aos mares não com meia dúzia de navios apenas. Se Euron e Cersei sabiam que Yara e Theon haviam jurado aliança com a Dani então é fato que todos sabiam de que maneiras o tabuleiro estava se desenhando.

Não obstante, Os planos de Tyrion envolviam um grande percurso de navegação com uma frota numericamente menor e até aquele momento, contra um capitão respeitado e temido, claramente ameaçador.

No entanto, seguiram sua navegação rumo ao sul e foram interceptados pela gigantesca frota de Euron! Não apenas surpreendidos, foram esmagados! De que maneira aquela derrota tão brutal e tão rápida aconteceu? De onde surgiram aqueles navios tão próximos sem nenhum alarme prévio ou sem nenhuma tentativa de manobra?

Me parece que os produtores da série, adiantados em relação ao livro, deixaram de lado muitas das narrativas militares mencionadas no livro e partiram para uma abordagem mais ilustrativa. Bem, a frota de Daenerys foi pega de surpresa? sem problemas; Eles foram completamente esmagados? Tudo bem. O que está sendo questionado aqui não foi o resultado final das ações dos personagens mas a forma como foi mostrado que agiram.

Se yara foi incompetente como almirante ou Euron brilhante como estrategista isso não foi mostrado em momento algum e tudo pareceu apenas um ataque vindo das sombras por um vilão imbatível.

Agora entram as contra medidas que deixariam a série muito mais intrigante. Se ambos os lados da guerra usassem de espiões e informações falsas para passarem a perna um no outro, a Frota de Yara poderia ter despistado a de Euron e quem sabe, Euron, em um golpe de genialidade, fosse mais esperto por um momento e então BUM! Ele tivesse afundado a frota de sua sobrinha.

Afinal de contas Game of Thrones é uma série baseada em intrigas, mentiras e enganações. Por que não usá-las para vencer guerras de vez em quando também?

Talvez assim as coisas fizessem mais sentido.

Por último, como eu acredito que o plano de Tyrion deveria ser reestruturado:

Todos sabiam da gigantesca frota de Euron que estando oficialmente aliada a Cersei ou não, era igualmente ameaçadora. Pensando nisso, a frota Targaryen deveria usar de todos os recursos para evitar o combate, e quando oportuno, separar a frota de Euron e derrotá-la em ocasiões seguras.

Além disso, Assim que pisaram os pés em Westeros, a diplomacia e a espionagem deveriam ser prioridade número Um. Agentes deveriam ser recrutados em todas as cidades portuárias da costa leste do continente para fornecer um itinerário atualizado da movimentação de Euron. Talvez assim, inclusive, eles poderiam sabotar e queimar parcelas de sua frota, tal qual os mestres de escravos fizeram com os barcos de Dani.

E sobretudo, eu apostaria em uma vitória militar certeira ao invés de uma vitória completa duvidosa. Assim que possível deveria ser organizado o cerco de Porto Real e as negociações de rendição com as tropas disponíveis. Ou seja, Tanto Dothrakis, Imaculados e os Dragões deveriam ser utilizados para invadir e derrotar a guarnição da cidade e depor Cersei do trono, antes que reforços fossem enviados.

Caso a frota de Euron decidisse atacar por trás, os dragões forneceriam poder de fogo suficiente para esmagar ou desertar a frota do “Olho de corvo”.

E quanto aos exércitos em Dorne e em campina? Bem, como apenas vitória militar foi alcançada, esses dois exércitos vão por Terra e são responsáveis por lutar na guerra civil que se segue. Alguns lordes e aliados de Cersei provavelmente resistiriam mas seriam ameaçados ou derrotados. De toda forma, acordos de rendição viriam e com eles a gradual pacificação de westeros.

No entanto, decididamente não foi isso que aconteceu na série e estamos nesse impasse. Oque será que vai acontecer agora? Será que Euron irá cercar DragonStone? Se eu fosse ele, com certeza faria isso, não antes de conseguir uma forma de matar dragões, é claro. De toda forma, agora, tenho minhas dúvidas se sobrou alguma forma de Dani e seus exércitos saírem daquela ilha. Espero que haja ainda algum truque na manga para mover a história pra frente.

Aqui vai um mapa das terras reais para consulta:

 

About Salomon Mebain

Fascinado por história e jogos de estratégia. Atualmente sou graduando em História e Editor da página HFMB, assim como criador de conteúdo aqui no Site.

Check Also

Falhando miseravelmente em Age of Empires II

  Então basicamente você começa o jogo com meia dúzia de aldeões e logo de …

One comment

  1. Obrigado pelo post é muito bom. Na última temporada eu amei, e fiquei emocionada para Game of Thrones 7 Temporada eu estava animado em todos os momentos, me desespero longa espera tanto tempo para ver o próximo, mas já próxima estreia, partilho horários e data de lançamento para esta nova etapa, tenho certeza de que, depois de Então, espere, Game of Thrones vai cumprir as nossas expectativas.