Home / INICIO / A Rota da Seda- não, não é essa seda que você está pensando

A Rota da Seda- não, não é essa seda que você está pensando

Conectando artesãos e mercadores da Europa à Ásia por séculos, a Rota da Seda deixou sua marca na história ao fazer cidades inteiras prosperarem e disseminar tecnologia e mercadorias entre o oriente e o ocidente ao longo de sua história.

Ao contrário do que se costuma imaginar sobre rotas comerciais, a Rota da Seda não era formada por uma única estrada, e sim várias que se iniciavam na ilha de Java e terminavam na Península Itálica, e iam se desdobrando nesse caminho; passando por diversos pontos da China, Índia, Pérsia e da costa oriental da África.

Acredita-se que sua origem seja por volta do oitavo milênio antes de Cristo, e seu desenvolvimento teria acompanhado a intensificação no uso de animais de carga. Com o passar dos séculos, algumas estradas foram sendo aprimoradas até formar a rota propriamente dita.

Diversas cidades ao longo da rota prosperavam por meio da cobrança de impostos aos mercadores que passavam por ali. Uma das cidades mais notáveis foi a cidade de Petra, na atual Jordânia. Por se encontrar entre rochedos no meio do deserto, a cidade acabou se tornando um caminho inevitável para aqueles que quisessem atravessar a rota pelo oriente média, tornando-se uma das cidades mais prósperas do mundo. Hoje as ruínas da cidade estão entre as sete maravilhas do mundo, chamando a atenção de turistas graças às tumbas e mausoléus esculpidas dentro dos rochedos.

Durante a Alta Idade Média, a Rota da Seda teve um declínio, causado pelas guerras entre as nações que a controlavam. Mas durante o século XIII, o Império Mongol conquistou boa parte da rota, que foi reformada para que voltasse a florescer e pudesse atender às necessidades do novo sistema de correio criado pelos mongóis.

Os dias da Rota da Seda começaram a acabar graças às conquistas do Império Otomano. Após conquistar Constantinopla, a cidade que conectava o lado europeu ao asiático da rota, os otomanos estabeleceram enormes tributações para mercadores que quisessem cruzar de um lado para o outro da cidade. Visando contornar essa situação, o jovem Reino de Portugal começou seus esforços para criar uma rota alternativa para o oriente pelos oceanos. Essa rota marítima tornou obsoleta a Rota da Seda, que deixou então de cumprir o papel de conectar os dois extremos do mundo.

About Lucas Mayon

Estudante de Direito em Brasília, criador da página.

Check Also

Negros na SS: verdade ou mito?

Recrutamento de estrangeiros nunca foi novidade em exército algum na história. No Brasil, duas grandes …