Home / INICIO / Respondendo os seguidores parte I

Respondendo os seguidores parte I

Camaradas, semana passada lancei na página um post pedindo para que os seguidores deixassem suas perguntas relacionadas à história, que seriam respondidas por aqui. Dito e feito, selecionei algumas das perguntas mais interessantes para serem tratadas por aqui.

Como algumas perguntas eram muito complexas, deixarei para responder em posts específicos para elas, pois vão exigir mais tempo de pesquisa. Sem mais demoras, vamos à:

Pergunta nº 1:

Tentarei explicar de forma simples e direta:
-História: é a ciência que, por meio da análise de eventos do passado, vai buscar entender o ser humano e sua ação no tempo e espaço.
-Historiografia: são os registros históricos; como os manuscritos, objetos arqueológicos, pinturas antigas, documentos antigos, livros de história fatídica, etc.
-Historiologia: é o estudo teórico da história. A historiologia não vai analisar fatos em si, e sim o estudo conceitual de “o que é a história” e quais são suas características.

 

Pergunta nº 2:

Bom, em resumo: praticamente o mundo inteiro sabia que a cooperação entre o eixo e a União Soviética não ia durar muito tempo. As relações entre partidos fascistas e partidos comunistas nunca foram boas, e os discursos de Hitler atacavam tanto as posições dos comunistas quanto dos liberais. Não era novidade para ninguém que uma hora um dos dois ia trair o acordo de não agressão, e por isso as forças aliadas preferiram esperar para ver a traição acontecer do que declarar guerra aos dois lados.

 

Pergunta nº 3:

Pretendo escrever mais tarde sobre a República das Duas Nações, mas em resumo: desde a queda da Dinastia Jaguelônica, no século XVI, o governo polaco-lituano foi perdendo força, e com isso ficando cada vez mais o controle sobre seu próprio território. Mesmo aparecendo um ou outro rei mais forte, como João III; o Sejm (parlamento polonês) sempre fazia de tudo para manter o trono fraco e aumentar sua própria influência.

Essa fragilidade política foi aos poucos se tornando proveitosa para as demais potências européias, que conseguiam facilmente colocar dinastias de seus interesses no poder e transformar a comunidade das duas nações em um Estado fantoche temporário. A partir da segunda metade do século XVIII, a fragilidade era tanta que seus vizinhos mais poderosos: a Rússia, a Prússia e o Império Austríaco; fecharam acordos entre si para dominar aos poucos o território polonês e reconhecer a fração de cada um. Esse episódio da história da Polônia-Lituânia ficou conhecido como o “Dilúvio Polonês”, e marcou o fim da República das Duas Nações.

Já quanto a Pérsia, preciso que comente de qual período você está falando, porque tecnicamente a Pérsia existe até hoje como país, mas com o nome de Irã.

Pergunta nº 4:

Bom, não vou entrar (ainda) no mérito da industrialização na república velha (até porque uma das perguntas foi relacionada a isso e pretendo responder no próximo post de respostas), mas já tenho que adiantar logo uma coisa: era Mauá não é sinônimo de Segundo Reinado.

Não apenas a era Mauá não coincidiu com o segundo reinado (Mauá iniciou seus negócios durante os anos da regência, e começou a entrar em decadência durante a crise econômica que coincidiu com a Guerra do Paraguai), como as suas indústrias não foram as únicas do Brasil Império.

Diversos outros empreendimentos na área industrial foram realizados durante o reinado de D. Pedro II. No Rio Grande do Sul, por exemplo, a economia era dominada pela indústria do charque, além de haverem diversas manufaturas de bens de consumo e fábricas de materiais de construção. O Brasil também desenvolveu sua primeira indústria bélica nesse período, produzindo foguetes de Congreve: uma nova arma de artilharia leve utilizada para atacar unidades de formação concentrada.

O Barão/Visconde de Mauá foi sem dúvida o maior industrial desse período, mas não foi o único. A indústria brasileira não morreu com ele mas, sem dúvida, a queda dos seus negócios a encolheu bastante.

 

Pois bem, espero que tenham gostado. Pretendo responder mais algumas perguntas até sexta feira, e deixarei um novo post de perguntas na página para que possam fazer novas perguntas. Nos vemos até lá.

About Lucas Mayon

Estudante de Direito em Brasília, criador da página.

Check Also

Falhando miseravelmente em Age of Empires II

  Então basicamente você começa o jogo com meia dúzia de aldeões e logo de …