Home / INICIO / O desastre Americano: Gettysburg, dia 2.
O heroico ataque liderado pelo Coronel Chamberlain.

O desastre Americano: Gettysburg, dia 2.

Ontem começamos nossa parte 1 de três sobre a Batalha de Gettysburg, o maior massacre humano envolvendo tropas americanas em batalha que se tem notícia. Voltamos hoje para falar sobre o segundo dia do combate. Não deixe de conferir o primeiro dia de batalha, prelúdio e disposição do campo no artigo de ontem clicando aqui!

 

O dia anterior

O primeiro dia de Gettysburg não terminou bem para o exército federalista. Encurralados em Cemetery Hill, a única opção dos unionistas eram esperar pela disposição das tropas confederadas e seu ataque na manhã seguinte.

Durante a noite, a maior parte as tropas de ambos os exércitos colocou-se em posição, estando o exército unionista em um semi-cerco ao redor de Cemetery Hill e Culp’s Hill.

 

Posições iniciais na manhã do segundo dia de Gettysburg. Setas indicam os avanços efetuados naquele dia.

 

O Segundo dia de Batalha

As ordens dadas por Robert E. Lee na manhã de 2 de Julho de 1863 foram claras: Assaltar as posições unionistas em Cemetery Hill com ataques simultâneos em ambos os flancos, esperando por um circulamento do exército do Potomac.

O General Ewell, responsável pela tomada de Gettysburg no dia anterior, ficaria responsável por tomar Culp’s Hill, enquanto o Gen. Longstreet deveria lidar com as tropas unionistas no flanco esquerdo de Cemetery Hill. Lee considerou esse movimento perigoso, porém necessário. As tropas unionistas, mesmo em semi-cerco, compunham uma sólida posição defensiva, compacta e com diversas linhas interiores (isto é, reservas posicionadas logo atrás das linhas de frente, prontos para mover-se rapidamente para onde fosse necessário).

 

Flanco esquerdo: Devil’s Den, Peach Orchard e Little Round Top

O avanço confederado começou com Longstreet, que avançou sobre Peach Orchard e Devil’s Den, ao sudoeste de Cemetery Hill, às 16h. Naquela manhã, entretanto, o general unionista Daniel Sickles ficou bastante incomodado com uma elevação a cerca de 1 Km de distância à frente de sua posição, temendo que a elevação fosse usado para posicionar artilharia, Sickles mandou suas tropas ocuparam o pomar de pêssegos (Peach Orchard) sem as ordens de Meade.

Longstreet, ao dar de encontro com as tropas de Sickles, reagiu prudentemente, porém com espanto. O avanço de Sickes havia tornado a linha de defesa “saliente”, isto é, permitindo que os confederados os atacassem de vários lados, desvantagem que Longstreet aproveitou muito bem, infligindo pesadas baixas no corpo de Sickles, e fazendo Meade ficar enfurecido.

Meade então foi forçado a enviar 20,000 homens da reserva para socorrer Sickles, ou seu flanco estaria perdido. Uma luta feroz irrompeu em Devil’s Den, levando o III Corpo de Infantaria do Gen. Sickles a ser virtualmente destruído (o mesmo general ainda teria sua perna amputada, por ter sido arrancada parcialmente por um disparo de canhão).

 

O osso da perna amputada do general Sickles e a bola de canhão que a arrancou.

 

Os confederados conseguiram empurrar as tropas da União com sucesso até Little Round Top, uma colina logo atrás de Devil’s Den, chave para a retaguarda do exército do Potomac.

Observando a importância de Little Round Top, Meade despacha ainda mais reservas. Uma brigada de artilharia e a 140ª Brigada de Nova Iorque. Sofrendo pesadas baixas, tropas unionistas reuniram-se no topo de Little Round Top e aguardaram o avanço confederado, resultando no ato mais icônico de Gettysburg: Sob o comando do Coronel Joshua Chamberlain, a 20ª Brigada do Maine desferiu uma desesperada e heróica carga de baionetas contra a 15ª Brigada do Alabama, carga esta que foi liderada pelo próprio Chamberlain, que viria a tornar-se um dos heróis de Gettysburg. A defesa de Little Round Top havia sido assegurada naquele dia.

 

O heroico ataque liderado pelo Coronel Chamberlain.

 

Flanco direito: Culp’s Hill e Cemetery Hill

O general Ewell seria responsável pelos assaltos no flanco direito do exército do Potomac. Às 16h uma bateria de artilharia, de cerca de 85 canhões abre fogo contra Culp’s Hill. Porém, na noite anterior o exército unionista tomou providências para fazer defesas bem estabelecidas e sofreu poucas baixas.

A bateria durou até as 18h, quando as tropas de Ewell avançaram contra Culp’s Hill e o flanco direito de Cemetery Hill. Três brigadas confederadas subiram Culp’s Hill, aproveitando que este estava protegido apenas por uma brigada federalista, pois as outras quatro haviam sido enviadas para defender Little Round Top.

Mesmo em menor número, mas devido à posição bem defendida e elevada, as tropas de Nova Iorquinos, lideradas pelo Coronel George Greene conseguiriam defender com êxito Culp’s Hill, deferindo baixas consideráveis às brigadas confederadas, que conseguiram ocupar as primeiras linhas de defesa unionista.

Ao mesmo tempo da defesa de Culp’s Hill, outra força, liderada pelo Coronel confederado, Jubal Early, atacou o flanco direito de Cemetery Hill, porém com apenas duas brigadas, seguidas por mais duas do Coronel Isaac Avery, às 19h30m. As tropas unionistas, que não esperavam por esse avanço, logo perderam sua primeira linha de defesa, e um feroz combate de baionetas tomou irrompeu naquelas imediações. As tropas lideradas por Avery ainda capturaram duas baterias de artilharia unionista, resultando em ferimentos mortais para o Coronel Avery.

 

O avanço confederado contra o flanco direito de Cemetery Hill.

 

Mais cedo, o Gen. Ewell havia ordenado que outros de seus brigadeiros reforçassem o ataque caso vissem uma janela de oportunidade, mas as defesas unionistas tornaram-se cada vez mais reforçadas e os confederados foram obrigados a recuar. As baixas no ataque sem sucesso de Cemetery Hill foram das mais severas para ambos os lados.

As últimas palavras do Coronel Avery, ainda naquela noite, foram “… Digam ao meu pai que morri enfrentando o inimigo!…”

As hostilidades no segundo dia de batalha terminariam apenas após às 10h30m, e o campo cairia em silêncio. O Gen. George Meade procederia para enviar um telegrama a Washington naquela noite com os dizeres: “O inimigo atacou-me hoje às 16h e, após um dos combates mais severos, foi repelido em todos os pontos. Irei manter-me em minha posição atual amanhã, porém não estou preparado para dizer, ao menos até melhor conhecimento sobre a situação do exército, se minhas operações serão de caráter defensivo ou ofensivo”.

Combates maiores ainda viriam a ocorrer no dia seguinte e na terceira parte desta série de artigos!

 

Conteúdo de interesse

O filme Gettysburg, de 1993, é conhecido por ter reencenado com excelência a batalha. Confira a cena da carga do Coronel Chamberlain em Little Round Top:

 

About Vitor Machado

Estudante de Comunicação Social – Relações Públicas na Universidade Federal do Paraná. Amante de história e escritor de fanfic. 19 anos.

Check Also

Futurismo, Guerra e o Declínio do Ocidente

Realmente, o século XX nasceu na paz e na prosperidade de manjedouras douradas da Belle …