Home / EXPLORED HISTORY / A história da Grande Muralha da China
Imperador chinês Qin Shihuang ordenando a construção da Grande Muralha. Fotografia original. China, 221 a.C

A história da Grande Muralha da China

Camaradas, a história de hoje é sobre a muralha que, por um milênio, manteve a China protegida dos povos eurasianos, e hoje é reconhecida por muitos como sendo o maior monumento da antiguidade: a Grande Muralha da China.

Nossa história começa por volta do século V antes de Cristo, quando a China se encontrava na chamada “Era dos Estados Combatentes”. Durante esse período, a China que hoje conhecemos era dividida em diversos países menores, cada um governado pela sua própria dinastia e brigando entre si por terras e poder.

Durante esse período, graças às guerras frequentes entre essas dinastias, cada rei chinês começou a construir fortificações em seu própria país, visando mais a proteção contra as demais dinastias do que contra invasores de fora. Mas, por volta de 221 a.C, toda a china foi unificada pela Dinastia Qin, do oeste da China.

Mapa da extensão territorial da Grande Muralha.

Apesar de conquistar um império que agora se encontrava em paz, o imperador Qin Shihuang temia novas invasões vindas de fora. Além disso, precisava empregar os milhares de soldados que receberam baixa após a guerra de unificação, e de uma maneira de botar criminosos para trabalhar. Decidiu então unificar as fortificações que as dinastias anteriores haviam deixado nos antigos reinos ao norte  da China.

A muralha continuou crescendo ao longo dos séculos, tendo sido responsável por conter as invasões mongóis por um longo período, vindo a falhar somente durante o reinado de Kublai Khan. A muralha só foi concluída no século XV, no reinado da Dinastia Ming. No século seguinte, a muralha perdeu sua função estratégica, e foi sendo aos poucos abandonada. Foi no início século XX que ela se tornou atração turística.

Ao todo, foram utilizados mais de 3 bilhões de tijolos na sua construção. Sua extensão total é de mais de 21mil Km, e foram necessários cerca de um milhão de operários para que fosse erguida. A imensa maioria destes morreu durante a construção.

About Lucas Mayon

Estudante de Direito em Brasília, criador da página.

Check Also

Um mundo romano continuado por bárbaros

A queda do império romano em 476 d.c marca historicamente o fim da idade antiga …